Central de vendas: (31) 3110-8001

Casas inteligentes: saiba mais sobre essa tendência!

12-07-2018

A cena parece retirada de um filme de ficção científica: abrir a porta de casa utilizando a digital e entrar em um ambiente cuja iluminação e temperatura se ajustam automaticamente, sem a necessidade de acionar nenhum controle ou interruptor. 

Contudo, essa não é uma cena de ficção. Tudo isso é possível nas casas inteligentes, conceito que vem ganhando força nos últimos anos, graças ao avanço expressivo da tecnologia.

Quer entender o que é uma casa inteligente, quais benefícios ela pode oferecer e como implementar isso? Acompanhe o post!

O que são casas inteligentes?

Antes de entrarmos no conceito de casa inteligente, precisamos entender o que é a internet das coisas. Com ela, um número cada vez maior de dispositivos (como eletrodomésticos ou sistemas de segurança) estarão conectados à rede, enviando e recendo informações a todo instante e, assim, permitindo que muitos processos e atividades sejam feitas sem a interação humana.

Dessa maneira, uma casa inteligente é aquela onde vários equipamentos estão conectados à rede, utilizando os recursos da internet das coisas. E isso vai desde geladeira, máquina de lavar, Smart TV, até sistemas de iluminação e climatização. Com isso, esses dispositivos passam a estar interligados e se comunicando para proporcionar mais conforto e comodidade aos moradores. 

Quais são os benefícios de uma casa inteligente?

São várias as vantagens que uma casa inteligente pode oferecer, tanto para proporcionar mais facilidades quanto mais segurança à sua vida. Confira alguns desses benefícios.

Conforto

Com uma casa inteligente, fica mais fácil adequar o ambiente para que ele fique confortável, principalmente dos pontos de vista térmico e de luminosidade. Sistemas automatizados de climatização e de iluminação são capazes de oferecer um ambiente de acordo com a necessidade dos moradores. É possível, por exemplo, que as luzes diminuam automaticamente para que você possa ver TV.

Economia

Esse ajuste de temperatura e iluminação permite, também, uma economia de recursos, principalmente energia elétrica, já que é possível programar a maioria dos dispositivos para se desligarem assim que as pessoas saiam do recinto.

Ganho de tempo

Não tem tempo de limpar a piscina? Sempre esquece quando acaba um item da geladeira? Casas inteligentes oferecem a opção de programar filtragens periódicas para a água da piscina ou lembretes para quando a despensa ou geladeira ficam desfalcadas de algum produto.

Segurança

Casas inteligentes oferecem controles de acesso com mecanismos biométricos, alarmes conectados à rede, câmeras que permitem a visualização das imagens pela internet e sistemas inteligentes contra incêndio, que enviam alertas por e-mail ou mensagem aos smartphones dos moradores.

Quais são as dicas para implementar tudo isso?

O planejamento é primordial para implementar essas ferramentas e transformar uma habitação em uma casa inteligente. O item essencial é uma conexão de internet estável e com uma rede wireless que atinja bem todos os cantos da residência e supra a necessidade de todos os equipamentos que forem adquiridos e instalados. 

Quanto à arquitetura do imóvel, talvez sejam necessárias algumas adaptações, principalmente se a casa ou apartamento for antigo. Por isso, casas novas, construídas já como casas inteligentes, são mais comuns.

Contudo, os custos elevados podem ser um impeditivo, o que faz com que as casas inteligentes ainda sejam uma realidade distante para a maioria das pessoas. Apesar disso, a valorização que isso traz ao imóvel e a economia gerada podem fazer o investimento valer a pena.

Gostou do texto? Então curta a página da Unenco no Facebook e acompanhe nosso canal do YouTube.

Equipe Unenco

Assine a nossa newsletter

Receba as novidades e dicas da Unenco direto na sua caixa de entrada

Sair

Escolha o empreendimento