Central de vendas: (31) 3110-8001
investimentos em imóveis

Como planejar e realizar bons investimentos em imóveis?

25-06-2018

Investimentos em imóveis sempre foram importantes e bem vistos. É só pensar que a maioria das atividades humanas depende de uma casa, um prédio ou uma loja para ser desenvolvida. Ou seja, eles continuarão imprescindíveis.

Além disso, investir nesses bens representa uma maneira de proteger o patrimônio da desvalorização com potencial de valorização, fonte de renda contínua e um meio de diversificar a carteira de aplicações.

No entanto, para que os investimentos em imóveis prosperem, é preciso planejamento. Mas se você não sabe como fazer isso, não se assuste. Este texto foi escrito pensando nas dúvidas relacionadas ao assunto! Boa leitura!

Calcule o retorno sobre os investimentos em imóveis

O primeira questionamento que costuma ser feito diante de um investimento é saber qual a capacidade dele em trazer bons retornos. Um jeito de descobrir se determinado imóvel está oferecendo rendimentos interessantes para o investidor é por meio do cálculo do retorno sobre investimento (também conhecido como ROI, na sigla em inglês).

O ROI de um imóvel pode ser calculado de formas diferentes, de acordo com a remuneração, seja ela o aluguel ou a venda. No caso da locação, ele é obtido ao dividir o valor líquido recebido mensalmente pela quantia total investida na aquisição da propriedade.

Vamos a um exemplo: quem recebe R$ 2.500 pelo aluguel de um imóvel comprado por R$ 500 mil alcança um ROI de 0,5% ao mês. Já em uma venda, chega-se ao ROI por meio da divisão do valor recebido pelo quanto se gastou na compra. Quem pagou R$ 300 mil em um imóvel e o vendeu por R$ 500 mil obteve um ROI de 166,6%.

É importante ressaltar que, seja qual for a origem do recurso, é essencial acrescentar todas as taxas e impostos envolvidos na negociação. Eles podem somar quantias consideráveis e alterar o retorno.

Não tome decisões baseadas na emoção

Uma característica notável na maioria dos investidores que atingem algum nível de sucesso é a racionalidade. Porém, é comum que quem compra um imóvel faça isso com base em impulsos sentimentais. Ou até em outros aspectos subjetivos, desperdiçando boas oportunidades.

As decisões envolvendo qualquer investimento devem ser apoiadas em critérios racionais, considerando o longo prazo. Nem sempre um imóvel rentável hoje continuará sendo no futuro. Do mesmo modo em que o tempo pode trazer bons ganhos para opções não tão lucrativas atualmente. Além disso, não se desesperar ao primeiro sinal de instabilidade é outro ponto forte.

Busque empresas e construtoras de confiança

Todo planejamento deve ter como princípio básico envolver apenas empresas de confiança. Infelizmente, não é difícil encontrar imobiliárias ou construtoras que não honram seus compromissos e trazem prejuízos aos clientes. Por isso, é muito importante fazer uma verificação da reputação de todas elas antes de fechar o negócio.

A boa notícia é que também existem algumas dicas para realizar essa checagem. Visitar imóveis já construídos, conversar com proprietários e verificar toda a documentação detalhadamente são apenas alguns dos modos de realizar esse procedimento.

Mesmo com todos os cuidados, aplicar o dinheiro em imóveis ainda pode apresentar alguns riscos. Embora eles sejam pequenos se comparados a de outras negociações. Portanto, antes de qualquer escolha, é necessário planejamento, estudo e, se for o caso, ajuda especializada para evitar surpresas desagradáveis.

E você? Quer saber mais sobre investimentos em imóveis? Veja seis motivos para fazer uma aplicação nesse ramo em 2018!

Equipe Unenco

Assine a nossa newsletter

Receba as novidades e dicas da Unenco direto na sua caixa de entrada

Sair

Escolha o empreendimento