Central de vendas: (31) 3484-5443

Dicas para se relacionar bem com seu vizinho

A regra de ouro: “Não faça aos outros o que você não quer que seja feito a você” se aplica bem a quase todas as situações da vida. Com seus vizinhos não será diferente. Conviver bem é uma questão de empatia e simpatia.

Como posso ser um bom vizinho?
Com as sete atitudes a seguir você será um vizinho exemplar e querido em sua comunidade.

1. Simpatia
Nada aproxima mais que um sorriso sincero. Quando um novo morador vier para a vizinhança, receba-o com um sorriso, apresente-se e dê boas-vindas. Mostre qual é sua casa ou apartamento e diga que se precisarem de algo, que o procurem. Levar um prato de biscoitos, ou um suco será muito simpático. Caso note que precisam, ofereça-se para ajudar com a mudança. Se disserem que não, que está tudo sob controle, não insista e despeça-se.

2. Conheça seus vizinhos
Sempre os cumprimente quando os vir no portão, no elevador, ruas ou no comércio. Se cumprimentar pelo nome será ainda melhor. Faça perguntas no geral, de modo a não parecer curioso. Deixe que o novo vizinho lhe pergunte qualquer dúvida que tiver com relação à localidade. Não faça perguntas sobre a vida da família ou hábitos. Seja discreto. Aguarde um convite para visitá-los. A maioria das pessoas detesta visita surpresa. E se for convidado a visitá-los seja breve.

3. Respeite áreas compartilhadas
Estacionamento é um bom exemplo. Não estacione de modo a bloquear a saída ou entrada de outros veículos. Não acelere seu carro ou moto de maneira barulhenta pela manhã ou tarde da noite. Estacione o seu veículo na sua vaga ou em frente à sua casa, nunca na vaga de outra pessoa. Não tente aproveitar aquela árvore em frente ao vizinho para deixar seu carro mais fresquinho. É muito deselegante. Bater portas ou direcionar faróis altos nas janelas deles tarde da noite, só vai mostrar que você não é uma pessoa educada. Cuidado também com seu escapamento voltado para as janelas deles.

4. Cuide de sua casa e seu lixo
Tente manter a fachada de sua casa limpa e seu jardim arrumado também para não enfear a vizinhança. O lixo deve ser colocado para fora no dia certo da coleta e em local protegido de cães e gatos. Eles costumam rasgar os sacos de lixo à procura de alimentos e espalhar o conteúdo pela calçada. Se for um condomínio com local próprio para depositar o lixo, coloque o lixo no local e no dia certo. Especial cuidado aos seus animais para que não invadam o quintal alheio ou comecem a latir tarde da noite. Recolha sempre os dejetos deles na rua ou áreas comuns aos moradores.

5. Barulho
Nada gera mais reclamações entre vizinhos. Se seu time ganhou o campeonato, comemore, mas não grite nas janelas e jamais use fogos. Pense em crianças dormindo, idosos acamados ou cardíacos e animais. Música alta, festas barulhentas que não são comunicadas com antecedência e que avançam noite adentro, arrastar de móveis ou limpeza tarde da noite são motivos para briga de vizinhos. Quem mora em apartamento e acorda cedo, deve evitar fazer barulhos para não incomodar o vizinho do andar de baixo. Mulher, se seu apartamento não é carpetado, por favor, use chinelos de borracha para andar dentro de casa Os rapazes, principalmente aqueles que curtem um “batidão”, guardem seu gosto musical só para si. A vizinhança não precisa (e nem quer) compartilhá-lo. Se for dar uma festa, avise aos vizinhos próximos a data, horário que começará e quando terminará. Convide-os para a festa e cuide do comportamento de seus convidados.

6. Não seja incendiário
Não coloque fogo em lixo, mato ou qualquer coisa no seu quintal. Isso é um problema para quem lava roupas em casa, para quem tem pessoas com problemas respiratórios na família e incomoda a todos. Controle também a fumaça de sua churrasqueira e avise aos vizinhos próximos que dia a usará.

7. Seja solidário e útil à sua comunidade
Ajude a quem precisar. Carregue as compras de sua vizinha, ofereça seu carro quando alguém precisar de socorro e não tiver carro ou não puder dirigir. Fique atento à casa do vizinho que está viajando. Ofereça-se para molhar as plantas ou cuidar dos animais enquanto viajam (se já for bem amigo deles). Comunique a todos qualquer anormalidade. Dê sempre uma “olhadinha” nos vizinhos idosos ou sozinhos, ofereça ajuda.
Ser um bom vizinho é uma questão apenas de ser uma boa pessoa. Ser solidário, gostar de ajudar, detestar incomodar os outros e ser discreto.

Assine a nossa newsletter

Receba as novidades e dicas da Unenco direto na sua caixa de entrada

Sair

Escolha o empreendimento